Categoria: Nacionais

Os principais bancos nos Estados Unidos podem ter mascarado seus níveis de risco nos últimos cinco trimestres, baixando temporariamente suas dívidas pouco antes de divulgarem seus resultados, de acordo como Federal Reserve de Nova York. A informação foi divulgada na edição de ontem do Wall Street Journal. O grupo que teria adotado a prática é formado por 18 bancos, entre eles Goldman Sachs, Morgan Stanley, JP Morgan Chase, Bank of America e Citigroup.

O jornal sugereque a prática é um sintoma da crise de 2008, que trouxe à tona altos níveis de dívida e risco dos bancos. Agora, no processo de recuperação do país, a preocupação é de que um banco exibindo alto risco possa ver seu rating sendo prejudicado. “Os bancos, que divulgam publicamente os dados sobre dívida no final de cada trimestre, voltam a aumentar o nível da dívida no meio do trimestre”, disse o Wall Street Journal.

“Um banco quer que sua alavancagem pareça melhor ao fim decada trimestre do que foi realmente ao longo dos três meses, para sugerir que ele está tomando menos risco”, disse William Tanona, ex-analista do Goldman Sachs e atual chefe de pesquisa da Collins Stewart, ao Wall Street Journal.

Segundo o jornal, não há, na verdade, nada de ilegal com a prática, embora isso queira dizer que na maior parte do tempo os investidores continuam a ter pouca noção dos riscos que qualquer banco esteja tomando.

OESP – 10.04.2010

Sem Comentários para“Bancos dos EUA podem ter mascarado dívida”

Faça seu Comentário